Nova Gênese – Capítulo I – parte 2

Roteiro: NOVA GÊNESE
Autor: Anderson da Costa Porto
Dt.: 06/03/06

[ parte 1parte 2 ]

Argumento: A humanidade descobre um objeto gigantesco, vindo em direção a Terra e decide fugir, construindo uma nave que permita que parte da população mundial possa escapar e permanecer por décadas no espaço. Durante a construção, uma escavação na Amazônia descobre um templo antigo, com segredos que poderão mudar completamente toda a história da humanidade.

>>>

(Recapitulando…)

(Mar de 1998)

Fazem dois meses que a GALAXIA foi atingida pelo míssil que contaminou toda a parte do complexo VITAE. Enquanto o sistema de defesa cuidava da maioria dos mísseis que chegavam perto da nave, Therlok tentava chegar ao módulo de controle do campo de força. Os lasers da nave, devido ao uso constante, chegaram a um nível crítico de superaquecimento. Therlok tinha duas alternativas: ou desligava os lasers para ligar o campo de força, ou deixava os lasers sobrecarregarem, correndo o risco de explodir todo o sistema de defesa já implantado.

Therlok teria 36 segundos para desligar os lasers da nave e ligar o campo de força, o que deixava uma margem de segurança absoluta. Toda a Terra assiste pelas câmeras da nave tudo o que ele faz.

Ele desliga os lasers e inicia a corrida até a sala de controle do gerador do campo de força. 8s: Ele chega na sala de controle. 12s: Ele liga o gerador de força auxiliar. 14s: Ele liga o campo. 15s: O campo não funciona. O computador acusa erro na passagem de energia e ocorre uma retro-alimentação. 19s: James Therlok inicia a troca das placas de baterias e de controle. 26s: Troca efetivada. 28s: Conecções de controle ligadas. 30s: inicia o carregamento do gerador auxiliar. 35s: Ele pressiona o botão que liga o campo. Não funciona. 37s: James van Therlok, num ato de raiva e desespero, soca o painel de controle e o campo é ligado. A nave está salva.

Entretanto, um míssil passa pelo campo antes dele ser ligado e atinge parte do complexo VITAE, o lugar onde a população mundial seria colocada para dormir. A radiação atinge níveis aburdamente altos no complexo. Ele está condenado. Therlok tenta de todas as formas salvar GALAXIA, fechando as câmaras de contenção de radiação e é pego numa explosão. Para todos os fins, ele está morto.

CAPÍTULO I – continuação

(Jun de 1998)

É decidido que a construção da nave continuará. Um segundo módulo será construído de maneira que se acople no final da construção.

Continuar lendo

Anúncios