Alienado

Estranged Alienado
When you’re talking to yourself
And nobody’s home
You can fool yourself
You came in this world alone…(alone)

So nobody ever told you baby, how it was gonna be
So What’ll happen to you baby?
Guess we’ll have to wait and see
…one, two….

Old at heart. But I’m only 28
And I’m much too young to let love break my heart
Young at heart. But it’s getting much too late
To find ourselves so far apart
I don’t know how you’re supposed to find me lately
And what more could you ask from me?
How could you say that I never needed you
When you took everything
Said you took everything from me…

Young at heart. And it gets so hard to wait
When no one I know can seem to help me now
Old at heart. But I mustn’t hesitate
If I’m to find my own way out
Still talking to myself. And nobody’s home…..(alone)

So nobody ever told us baby, how it was gonna be
So What’ll happen to us baby?
Guess we’ll have to wait and see

When I find all of the reasons
Maybe I’ll find another way
Find another day
With all the changing seasons of my life
Maybe i’ll get it right next time
And now that you’ve been broken down
Got your head out of the clouds
You’re back down on the ground
You don’t talk so loud, and you don’t walk so proud
Anymore. and what for?

Well I jumped into the river
Too many times to make it home
I’m out here on my own
Drifting all alone
If it doesn’t show
Give it time to read between the lines
‘Cause I see the storm is getting closer
And the waves, they get so high
Seems everything we’ve ever known is here
Why must it drift away and die?

I’ll never find anyone to replace you
Guess I’ll have to make it through
This time, oh this time, without you
I knew the storm was getting closer
And all my friends said I was high
But everything we’ve ever known’s here
I never wanted it to die

Quando você fala consigo mesmo
E não há ninguém em casa
Você pode se enganar
Você veio a este mundo sozinho… sozinhoEntão ninguém nunca te disse, baby como seria isto
Então o que vai acontecer a você, baby
Vejo que teremos que esperar e ver
Um, Dois…Velho de coração, mas eu tenho apenas 28
E eu sou jovem demais para deixar o amor partir meu coração
Jovem de coração, mas está ficando muito tarde
Para nos achar tão separados
Eu não sei como você supunha me encontrar depois
E o que mais você poderia querer de mim
Como você pode dizer que eu nunca precisei de você?
Quando você tomou tudo
Digo que você tomou tudo de mim…

Jovem de coração e se torna tão difícil esperar
Quando ninguém que eu conheço parece poder me ajudar agora
Velho de coração, mas eu não devo hesitar
Se eu encontrar minha própria saída
Continuo falando comigo e não tem ninguém em casa…(sozinho)

Então ninguém nunca nos contou, baby Como seria isto
Então o que acontecerá conosco, baby
Vejo que teremos que esperar e ver

Quando eu encontrar todas as razões
Talvez eu encontre um outro jeito
Encontre um outro dia
Com todas as mudanças de estações da minha vida
Talvez eu faça certo da próxima vez
E agora que você esteve por baixo
Tire sua cabeça das nuvens
Você está de volta ao chão
E você não fala tão alto e você não anda tão orgulhosa
Não mais, e para que?

Bem, eu pulei no rio
Vezes demais para fazer dele um lar
Eu estou sozinho aqui fora,
naufragando completamente sozinho
Se não parece,
dê um tempo para ler nas entrelinhas
Porque eu vejo a tempestade se aproximando
E as ondas, elas se tornaram tão altas
Parece que tudo o que sempre soubemos está aqui
Porque isto deveria derivar e morrer?

Eu nunca vou achar ninguém para te substituir
Vejo que terei que superar isso, dessa vez
Dessa vez, oh dessa vez, sem você
Eu sabia que a tempestade estava se aproximando
E todos os meus amigos diziam que eu estava alto
Mas tudo o que sempre soubemos estava aqui
Eu nunca quis que isso morresse

Anúncios

Silver Rain

Choice, not chance
Feelings, not failure
Form, not to forget
Crisis, not creating
Time, not temper
Pleasure, not delighting.
Being not, beware!
Following, not right…
Raw, not rare.

Fancy clouds above somewhere
dancing and bumping
fuzzling and seeding
lightnings in the storm.

Sure, it’s not fair.

(Anderson Porto)