A ditadura perfeita

384438_490980847622596_1282228096_n

A ditadura perfeita terá as aparências da democracia, uma prisão sem muros na qual os prisioneiros não sonharão sequer com a fuga. Um sistema de escravatura onde, graças ao consumo e ao divertimento, os escravos terão amor à sua escravidão” – Aldous Huxley –

O mais conhecido e seguramente o mais importante de seus romances foi Admirável Mundo Novo. Escreveu-o em apenas quatro meses.

É importante notar que, à época, Hitler ainda não estava no poder e os expurgos na União Soviética estavam longe de ter início. Não obstante, imaginou uma sociedade que usaria a genética e a clonagem a fim de condicionar e controlar indivíduos. Nesta sociedade do futuro, todas as crianças seriam concebidas em provetas. Seriam geneticamente condicionadas para pertencer a uma das cinco categorias, da mais inteligente a mais inferior.

Admirável Mundo Novo iria delinear o que se pareceu com uma perfeita ditadura. Teria a aparência de uma democracia, mas seria basicamente uma prisão sem grades da qual os detentos nem sonhavam em escapar. Seria essencialmente um sistema de escravidão em que os escravos, por meio do entretenimento e do consumo, “adorariam sua escravidão”.

O título do livro veio de A Tempestade, ato 5, cena1, de Shakespeare.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s